quarta-feira, 31 de maio de 2017

Idas e vindas



Entre idas e vindas,
Te sinto ao meu lado ...
Mas não presente.

Te sinto me notar 
mas não me enxergar

 Um carinho tímido
Um medo de se soltar 
Se deixar levar...de confiar...

Um olhar que procura o que não quer achar...
Mas o que achou prefere não enxergar.

Entre idas e vindas... encontros e desencontros,
eu te busco...te afago e te liberto....
pra que  talvez assim... 
Me enxergue...
Me sinta e talvez me ame...
     
By MariDani

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

??????







As vezes fingimos que não machuca...

Fingimos que não fomos afetados por aquele acontecimento.

Mas a punhalada foi tão forte que o impacto anestesiou.

Aí quando passa, você vai desabando um pouquinho de cada vez.

E nem sabe como agir porque a única coisa que se quer e chorar 

e acreditar  que foi uma grande piada.

Onde foi parar meu coração de pedra e a minha parede e proteção?   

Se aquiete





Desenho de Fernando Sena




Ela falava, falava muito,

Pra esconder que o silêncio a incomodava.
Mas não do silêncio comum, 
Mas o silêncio que ocupavam as palavras.
Mas as vezes se aquietava e ficava a observar...
O ar, o movimento,
As ações e os sons.
Esse era o momento onde ela podia ser o que realmente era...
Onde sua timidez, medos e desejos podiam se juntar, 
Se revelar e se expressar.
Se aquiete mais menina o olhar revela muito mais que palavras.  

Transparente



Sempre se achou transparente,
Não importa o que fizesse ou como agisse,
Nunca a notavam.
Ela era boa amiga,
Ela era boa companhia,
Ela era boa filha,
Ela era boa aluna,
Fazia muitas outras coisas
Até se ouvia nossa ela fez muito bem...
Mas nunca era o suficiente.
Ela era apenas ela... 
Sem um nome, 
Sem uma historia, 
Só alguém que estava mas era como se não existisse.

sábado, 10 de setembro de 2016




"CADA PESSOA TRAZ CONSIGO,
 AS MARCAS DA ESTRADA QUE PERCORREU,
O QUE TE FAZ SER MAIS,OU, 
MENOS SÁBIO NÃO SÃO OS ANOS VIDA E SIM
AS EXPERIÊNCIAS  QUE VOCÊ VIVEU"

"NO SILÊNCIO DA NOITE
VAGALUMES VEM A JANELA,
SUSSURRAR EM MEU OUVIDO,
SEGREDOS QUE SOMENTE
O MEU CORAÇÃO PODE SABER."

By Maria Daniela

Do livro: MEU DESTINO SOU EU!

Quem sou eu?
Como posso identificar em mim aquilo que eu sou de verdade e aquilo que querem que eu seja?
Em que momento deixo de existir na minha essência e passo a ser aquilo que moldaram?
Quem nasci?
Quem sou?
Quem quero ser?
Até que ponto não sou o que me forçaram ser?
Apenas sombra de todos os que influenciam?
Até que ponto não sou produto daquilo que o dinheiro pode comprar?
Quantas capas tenho que despir até poder me reconhecer?
Quem é esta pessoa que o espelho reflete?
Quantas caras, quantas bocas possuo?
Quem sou eu afinal?


"O meu destino sou eu
meu destino faço eu .
Eu construo passo a passo,
os passos do meu caminho
Meu caminho eu que faço...
...O meu destino sou eu!"

AUTOR: Sonia Salerno Forjaz

Gosto desse texto porque todos nos algum dia, em alguma fase da vida pensamos assim!
" Falar muito parece praga
Que inferno!
Ter que se ouvir e ver falando
falando muito sem parar
feito praga se  alastra

Falar muito me assusta
me mostra- e ensina-
das impossibilidades,
das impotências
falar muito quer dizer

_isto é_
Um estar sempre
_e apenas_
querendo dizer"

Do Livro`: Amores, achados e perdidos

MURILO 27/08/2005

Se eu fosse leve seria denso
Se eu voasse teria raizes fincadas
Se eu fosse invisivel seria reluzente
Se eu fosse feliz seria melancolico

Se eu tivesse seu amor  seria odiado
Se eu tivesse o seu afeto seria vomitado
Se eu tivesse você a manteria não mudaria
Se eu tivesse sua mão enchugaria minhas faltas de afeição

Seu eu tivesseum pano estancaria minha alma
Se eu tivesse uma jarra faria a formula da emoção
Se eu tivesse menos ideias seria menos paspalhão
Se eu tivesse sua atenção as luzes da vida acenderia
Amor, Peso, Consistente
Tristeza, Cadeira, Nuvem
Carinho, Bolsa, Armário

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

ELA.... S2




Ela é peralta, gosta de sorrir;

Fazer caretas e anima a quem esta a sua volta;

Ela é parceira e sempre faz o melhor pra pessoas que ama;

Mas ela também e explosiva e explode feito bomba,
quando seu coração já não aguenta mais...

Ela acumula lembranças;

Feito um diário que guarda tanto segredo com detalhes;

Ela chora escondido e sempre se perde no vazio;

A quem diga: ela  é um doce...

A quem diga: ela é muito brava

Mas afinal, o que será?

Ela tem sonhos intermináveis e alguns quase impossíveis;

Aprendeu a se armar e a atacar, simplesmente como auto defesa;

Já não consegue distinguir, qual o momento de recuar....
porque seu coração esta em um estado de sei la;

Hora quer apenas um afago, um cafuné e um silêncio acompanhado de eu me importo;

Hora apenas a solidão do seu mundo.

Maria Daniela






Divagando



Foto: Autor desconhecido retirada da internet


Em silêncio, recolho-me em uma atmosfera particular;

Entre passos solitários,  busco meu melhor lugar;

Já não sei se estar entre pessoas seja algo tão bom, se sozinha me sinto mais feliz...

A quem diga que estar sem rumo seja ruim, mas talvez,
estar em qualquer lugar seja melhor do que permanecer onde se está;

Movimento seja como ou onde for é vida, mas parar, isso sim é morte em vida;

A brisa do vento me trás paz;

A sombra me aconchega;

O movimento me acalanta e sorrir me energiza;

Entre linhas me pego a decifrar o que não se pode explica...

Maria Daniela